Viver Telheiras

ART em Madrid

Um Olhar de Madrid / Maio 20, 2013

Muito do que vimos vivendo em Telheiras, em termos de participação cívica e associativismo, acontecerá igualmente, com as suas particularidades, noutras cidades portuguesas e do mundo, fruto de dinâmicas semelhantes de crescimento e reorganização urbana.

Em Telheiras estávamos (bem) habituados a uma vida de bairro onde as pessoas se conhecem, encontram e participam na vida local, com pólos de actividade e iniciativas locais, para as quais a ART sempre contribuiu activamente.

Encontrámos em Madrid a Asociación Vecinal de Villa Rosa, uma espécie de ART da Freguesia (“Distrito”) de Hortaleza, na zona Noreste de Madrid. Em Espanha usam a palavra “vizinhos” onde nós usamos habitualmente “moradores” ou “residentes”, palavra que, convenhamos, expressa de forma bem eficaz a ideia de proximidade e de destino comum. Pois esta associação de vizinhos tem uma história e desenvolve actividades que em muito se assemelham à da nossa querida Associação de Residentes de Telheiras.

Foi criada nos anos 70, numa fase de crescimento urbanístico agressivo, quando as lógicas da expansão urbana se misturam com as do, até então, meio rural (as quintas) e dos seus habitantes tradicionais, junto com as necessidades dos novos habitantes, desenraizados mas à procura de referências e de um local com futuro. É algo que conhecemos bem em Telheiras. Tal como na ART, a participación ciudadana e a defesa dos direitos dos vizinhos foi a sua razão de ser fundadora. Participar nas decisões municipais, promover a qualidade de vida do bairro, fazer frente, organizadamente, a “tropelias” urbanísticas foram as suas primeiras prioridades. Em paralelo e à medida que a vida local se foi estabilizando, surgem as diversas actividades culturais e desportivas e a prestação de serviços à comunidade.

A Asociación Vecinal de Villa Rosa conta hoje com cerca de 2000 associados, organiza actividades variadas como cursos de informática, ateliers de artesanato, pintura e desenho, danças (moderna, sevilhanas, flamenco, salsa, onde temos o gosto de participar …), tai chi, yoga, reiki, guitarra e teclados, aulas de inglês, viagens e excursões. Promove fóruns de debate, dispõe de um Grupo de Mulheres e mantém uma biblioteca ao dispor dos sócios. Edita um boletim bimestral, La Voz de Villa Rosa, com uma tiragem de 5000 exemplares distribuídos gratuitamente no bairro, bem como um site (www.av-villarosa.org). Dispõe, ainda, de gabinetes de psicologia e de assessoria fiscal e jurídica.

Em Madrid a participação do mundo associativo no processo decisório municipal está regulamentada desde 2004 (Reglamento Orgánico de Participación Ciudadana del Ayuntamiento de Madrid), o que pode constituir um exemplo interessante para estudo comparado com a situação em Lisboa.

É gratificante verificar que idênticas necessidades geram soluções parecidas, ainda que noutras geografias. E que aquilo em que muitos de nós participámos e continuamos a participar no bairro de Telheiras em Lisboa é partilhado, a seu modo, por cidadãos de outras regiões.

As culturas portuguesa e espanhola são bastante semelhantes (a nossa “jangada de pedra”), embora com nuances. No geral, os espanhóis têm um trato ainda mais fácil que os portugueses, são mais extrovertidos e “ruidosos”, o que em tempos de crise pode ajudar. As aulas de salsa são uma animação. Os vizinhos em geral cumprimentam-se. As ruas, as praças e os jardins estão cheios. E o sentimento de comunidade, nos bairros de Madrid ou de Lisboa, constrói-se na vida do dia-a-dia com o envolvimento de todos.

Carlos e Helena Meira

Um Olhar de Madrid / Maio 20, 2013

Últimas

  • Julho 15, 2019
    Parceria Local lança Centro de Partilha de Recursos em fase experimental capa

    Parceria Local lança Centro de Partilha de Recursos em fase experimental

    Este projecto pretende disponibilizar às associações locais e aos residentes do bairro utensílios e aparelhos que só utilizamos esporadicamente, como ferramentas, máquinas de costura e kits para festas, entre outros. A abertura à população prevê-se para o início do novo ano lectivo.

  • Julho 8, 2019
    Costure pelo ambiente com o Centro Comunitário! capa

    Costure pelo ambiente com o Centro Comunitário!

    Estas actividades inserem-se no projecto Eco-Costura, promovido Junta de Freguesia do Lumiar com vários parceiros e no qual serão costurados 3.000 sacos-lancheira para os alunos das escolas da Freguesia.

  • Julho 5, 2019
    Biblioteca acolhe Festival Lisbon Dance Platform capa

    Biblioteca acolhe Festival Lisbon Dance Platform

    O espectáculo encontra-se inserido numa programa mais alargada do Festival LDP, que se prolonga por 3 dias, em diferentes espaços da cidade de Lisboa.

Projectos Comunitários

Newsletter banner
GEPE-banner
BN_NWLT_LX•CONNECT
  • UITN logo Apoio Associação de Pais da Escola Básica e Jardim de Infância de Telheiras Apoio CNE 683 Escuteiros 2 Apoio Voluntários de Protecção Civil de Telheiras_apoio Esquadra Apoio APCL Logo Apoio AJEC Apoio JFL
  • BMOR3 Apoio ETPL Apoio Julgado de Paz Apoio ART_site Apoio Centro Comunitário de Telheiras Apoio refood apoio
loading website

Aguarde um momento porfavor.