Viver Telheiras

Crónica 4

Histórias do Parque Hortícola / Fevereiro 19, 2014

Para mim o (re)aparecimento d(est)as hortas de Telheiras foi uma coisa boa! Foi uma lufada de prazer de alegria, foi do género, nem tudo é mau! Viva /viva/viva!!!

Quando soube, pelo meu filho que tem amigos na ART, pedi logo para estar muito atento porque queria “ter uma”. Queria envolver-me nesta coisa magnífica que é participar num projecto como este. As cidades têm ser vividas, gozadas, usadas pelas pessoas, pelos seus habitantes! E que melhor do que pôr vizinhos e amigos a conviver à volta de um pedaço de terra que ainda por cima nos dá a alegria de produzir coisas espantosas que nós…desculpem, por mim falo: não – imaginávamos – o – longo – caminho – que – aquilo – percorria – até – poder – chegar – ao – nosso prato!!!…

Pois é!!! Quando vi que podia mesmo ficar com a batata quente na mão, percebi que era preciso pedir ajuda, partilhar a responsabilidade e o peso com alguém, próximo e querido.

Então, quem melhor que a Fátima Vale, com quem já partilhava o termos ambas cães, que aliás não se davam nada bem!!!!…

Assim foi!

Ambas acolhemos o desafio do Arquitecto, que rapidamente arregaçou as mangas, pegou na picareta e na peneira e deixou a terra pronta a cultivar. Não satisfeito ainda delimitou os espaços das diversas culturas com umas madeiras tipo AKI e uns paus desencantados das prateleiras do dito, que lhe deu cabo de um joelho que, até hoje, nem sabemos como ficou.
Também partilhámos com a Didi, com o Morbey, com a Nicha e com a Inês.

Reunimos, programámos, combinámos como trabalhar, quando, como etc….foi um caos!!!

Éramos demais!!!, ou seja, todos aderiram ao sonho, mas ficaram os resistentes ou seja, os que viviam aqui mesmo em frente. Os outros são a nossa reserva, os que fizeram parte desde o primeiro dia da “Hortupia!”

Talhão 4 (hortupia)
Leonor Castelo

PS –Claro que sendo uma “horta comunitária” tudo isto é sempre vivido, sentido e gozado tendo sempre como pano de fundo…. os outros!!! Ou dito duma maneira menos romântica (ou mais???): não estamos sozinhos!!!
E isso é que é o bom!!

Histórias do Parque Hortícola / Fevereiro 19, 2014
  • Milhomens

    É pena que o projecto das hortas não tivesse sido abarcante e que o “compadrio” politiqueiro tivesse deixado, ao que percebi, tanto pessoas, como instituições de fora.

Últimas

Projectos Comunitários

Newsletter banner
GEPE-banner
BN_NWLT_LX•CONNECT
  • ART_site Apoio Centro Comunitário de Telheiras Apoio Julgado de Paz Apoio refood apoio UITN logo Apoio CNE 683 Escuteiros 2 Apoio AJEC Apoio JFL
  • ETPL Apoio Voluntários de Protecção Civil de Telheiras_apoio Esquadra Apoio APCL Logo Apoio BMOR3 Apoio PSOPortugal_apoio Associação de Pais da Escola Básica e Jardim de Infância de Telheiras Apoio
loading website

Aguarde um momento porfavor.