Viver Telheiras

Declaração // Namoro

Poemas e Temas / Fevereiro 14, 2016

Declaração

Nunca mais me decidia
Pedir-lhe para namorar
Com a coragem um dia
Talvez eu conseguiria
Poder-me enfim declarar
Lá chegou o dia certo
E quando ia a passar
E ela estava mais perto
Avancei a muito custo
O coração a pulsar
Começou a palpitar
Dei dois passos atrás
Depois outro adiante
Ela ficou expectante
Com um brilho no olhar
Eu avancei devagar
Estava todo a tremer
Não sabia o que dizer
A emoção era forte
De temor e de prazer
Até que perdi o norte
Fechei os olhos um pouco
Meu coração saltitava
Mas ao abri-los de novo
Ela já lá não estava!

 

Namoro

Meu primeiro amor
Não foi parto sem dor
Gostava mais dela
Que arroz e canela
Ela olhou e sorriu
Eu olhei para ela
Sorri e corei
Ela nada disse
Desviei o olhar
O coração a pulsar
Olhava para mim
Aquele olhar dela
Um enlevo assim
Parecia sem fim
Nada mais fazia
No doce penar
E noite e dia
Só a sonhar
Nada acontecia
Aquele olhar dela
Era uma janela
Convite a entrar
Para namorar
Decidi saltar
Muito devagar!

Declaração_Namoro

Poemas e ilustrações da autoria de Luís Ferreira

Luís Ferreira é Sociólogo, vive em Telheiras há mais de trinta anos, gosta de pintar e de escrever, é aposentado e é horticultor no Parque Hortícola de Telheiras.

Poemas e Temas / Fevereiro 14, 2016

Últimas

Projectos Comunitários

Newsletter banner
GEPE-banner
  • CNE 683 Escuteiros 2 Apoio Esquadra Apoio refood apoio Centro Comunitário de Telheiras Apoio ETPL Apoio Voluntários de Protecção Civil de Telheiras_apoio ART_site Apoio APCL Logo Apoio
  • UITN logo Apoio AJEC Apoio JFL Julgado de Paz Apoio Associação de Pais da Escola Básica e Jardim de Infância de Telheiras Apoio BMOR3 Apoio
loading website

Aguarde um momento porfavor.