Viver Telheiras

Eu digo alhos e ele percebe bugalhos

Cães, gatos e outros factos / Outubro 15, 2015

Convido o leitor a jogar um jogo de palavras. Vou substituir palavras que costumamos dizer aos nossos cães por nomes de frutas, num texto fictício como se fossem os pensamentos de um cão sobre a sua dona!

———————————–

Quando vejo a minha dona dirigir-se para a porta e pegar na trela fico logo à espera da palavra mágica! “Melancia?” É tão fácil de perceber! Sempre que isto acontece vamos passear a seguir, deve significar “Vamos à rua!”.

No final do dia, quando a minha dona chega a casa cumprimenta-me a falar alto e a empurrar-me enquanto diz “Pêra! Pêra!” Eu gosto de a cumprimentar por isso salto e empurro-a também num frenesim louco. Passado uns segundos é mais bruta comigo então fico-me pelo chão a sorrir-lhe para lhe dar as boas vindas, mas cá de baixo para que ela não me magoe.

De forma geral, “pêra” e “banana” são palavras que oiço quando estou contente, quando estou pronta para ir brincar com outro cão, quando estou a andar, quando estou a cheirar, quando quero cumprimentar alguém… oiço em tantas situações que acho que não têm um significado específico.

Ah! A não ser quando é dito com voz grave aliada a um dedo indicador a apontar na minha direcção. Acho que o som que oiço nessas situações é algo como “Pêra Verde!”. Mas quando vejo estes gestos nem oiço nada porque já sei que pode vir um conflito se não parar imediatamente. Passado uns segundos, a minha dona pára e parece que fica tudo bem, mas é preciso ter cuidado com o que faço porque pode voltar a ser bruta enquanto diz “banana verde, pêra” nos momentos que se seguem, por isso habituei-me a ficar ao lado dela até que ela se acalme ou se distraia.

Por outro lado, “amora” e “framboesa” são palavras que eu adoro! Normalmente a minha dona está tão feliz quando diz estas coisas! Desatamos a correr juntas pelo jardim. Claro que significam “diverte-te!” e “vamos explorar um caminho novo”!

Quando diz “maçã” já sei que me vai pôr a trela por isso afasto-me durante um bocado. Como é muito insistente a vir na minha direcção a gritar “maçã verde”, acabo por ir ter com ela e tento acalmá-la abanando a cauda, baixando a cabeça e as orelhas num passo lento e controlado. Não sei porquê, não costuma funcionar porque mesmo quando faço tudo isto dá-me uma palmada. Então, acabo por não ir ter com ela quando diz “maçã”. Já sei que significa “a brincadeira vai acabar”.

Sempre que alguém tem um biscoito na mão eu sento-me logo à sua frente porque é muito mais provável que mo dêem desta forma. Nunca percebi os sons que dizem nessa altura. Também funciona saltar para lhes chamar a atenção e depois sentar-me. Se mesmo assim não me dão o biscoito e continuam a olhar para mim a dizer-me coisas também funciona deitar-me!

———————–

O que achou? É complicado quando não se sabe o significado das palavras, não é? Releia com o significado certo:

Melancia – Vamos à rua

Pêra – Está quieta

Banana – Senta

Verde – Imediatamente/Já

Amora – Vai brincar

Framboesa – Anda/Bora

Maçã – Aqui

 

Além da Trela

Além da Trela tem como missão promover uma relação excelente entre donos e os seus cães, com base na confiança, respeito e alegria, através de técnicas positivas de aprendizagem.

Cães, gatos e outros factos / Outubro 15, 2015

Últimas

Projectos Comunitários

Newsletter banner
GEPE-banner
BN_NWLT_LX•CONNECT
  • Associação de Pais da Escola Básica e Jardim de Infância de Telheiras Apoio UITN logo Apoio Voluntários de Protecção Civil de Telheiras_apoio ETPL Apoio CNE 683 Escuteiros 2 Apoio Esquadra Apoio ART_site Apoio refood apoio
  • APCL Logo Apoio Julgado de Paz Apoio BMOR3 Apoio AJEC Apoio JFL Centro Comunitário de Telheiras Apoio
loading website

Aguarde um momento porfavor.