Viver Telheiras

Há arte urbana a nascer no Lumiar (e é de todos!)

/ Junho 24, 2015

Chama-se LumiARTE [urbana] e nasceu em 2014 para ser de todos os que o quisessem. De 28 de Junho a 12 de Julho, o projecto vai finalmente sair do papel para morar numa das paredes do Lumiar. E a ideia é não ficar por aqui.

Tudo começou quando em 2013, Ana Vilar Bravo decidiu lançar-se finalmente no mestrado em Cultura e Comunicação da Faculdade de Letras de Lisboa. Jornalista freelancer e mãe a tempo inteiro, como gosta de dizer, desenhou um projecto com o objectivo de inscrever a freguesia do Lumiar no circuito de arte urbana de Lisboa. E que contasse com a participação da população.

Para Ana, que vive há mais de 15 anos no Lumiar, só assim teria sentido. “Eu não queria fazer um projecto para a comunidade, queria construir alguma coisa com a comunidade”.

Estabelecido o protocolo entre a Junta de Freguesia do Lumiar, entidade patrocinadora, e a Faculdade de Letras de Lisboa, tudo se foi compondo. A Junta cedeu um espaço e o trabalho foi desde Junho de 2014 sendo construído.

À ideia, juntaram-se Eduardo Estêvão, Flávia Ramalho e Sara Simões, três alunos finalistas da Faculdade de Letras que escolheram o projecto para o seu estágio curricular. Depois de terminadas as 120 horas obrigatórias, ficou o amor à ideia e continuam até hoje empenhados em dar tempo ao projecto.

Foram convocados parceiros locais, contactados artistas, planeadas sessões e auscultada a população. Uma auscultação que passou tanto por sessões públicas – foram duas – como por mais de 15 reuniões informais. A ideia era ir para a rua e ouvir o que havia a dizer.

Ana conta que a participação não foi na quantidade que gostariam ou esperariam. Mas continua convicta. Até porque “a qualidade participativa compensou”, diz com um sorriso.

Desejosos por pôr o talento a render, 12 dos artistas convocados fizeram, a convite da Leya, um primeiro “ensaio” em 13 vidrões no espaço envolvente à Feira do Livro. Foi uma primeira experiência fora da freguesia.

Agora chegou a hora de pôr as mãos na massa. De 28 de Junho a 12 de Julho, a parede do eixo Norte-Sul da Azinhaga da Cidade vai ganhar vida. Uma vida pensada e construída pelas gentes da freguesia. São 180 metros quadrados. Vanessa Teodoro e Rui Ferreira RAF dão as mãos e o talento e convidam todos os que se quiserem juntar. O convite é para cada um dos dias mas em especial para o sábado, 4 de Julho. Toda a comunidade é convidada a estar presente para uma festa que junta artistas e população e promete muita animação!

Mas depois desta vitória, haverá mais por onde andar. E Telheiras está nos planos. Pode esperar-se que a partir de Setembro a arte urbana volte ao nosso bairro, após a legalização de seis paredes para graffiti em 2011. Para isso, conta-se com a participação em peso dos telheirenses! Mais novidades chegarão em breve!

Fotografia e vídeo: Projecto LumiaARTE [urbana] de Ana Vilar Bravo

/ Junho 24, 2015

Últimas

Projectos Comunitários

Newsletter banner
GEPE-banner
  • AJEC Apoio CNE 683 Escuteiros 2 Apoio Centro Comunitário de Telheiras Apoio Esquadra Apoio UITN logo Apoio Julgado de Paz Apoio refood apoio Associação de Pais da Escola Básica e Jardim de Infância de Telheiras Apoio
  • JFL APCL Logo Apoio ART_site Apoio ETPL Apoio BMOR3 Apoio Voluntários de Protecção Civil de Telheiras_apoio
loading website

Aguarde um momento porfavor.