Viver Telheiras

O que é que Telheiras tem?

Um Jovem em Telheiras / Abril 21, 2016

Em 1939, Carmen Miranda popularizava um dos seus maiores êxitos – “O que é que a Baiana tem”. Se tivesse vindo a Telheiras algumas décadas depois talvez o nome da música tivesse mudado ligeiramente.

De facto, é difícil explicar, e ao mesmo tempo tão fácil, o que Telheiras tem afinal de especial.

Não me pretendendo alongar sobre a infindável lista de cafés, restaurantes ou pontos específicos de interesse de grande qualidade, tantas vezes enumeradas nos mais diversos artigos, que por cá existem. A verdade é que Telheiras tem muito mais que isso.

Comecemos pelo espírito de cidadania que aqui se vive e que é talvez a característica que mais distingue os “Telheirenses”. De facto, se não fosse essa primeira qualidade, muito provavelmente o Leitor não estaria aqui a deparar-se com estas linhas que escrevo. Não por qualquer qualidade de cidadania que eu tenha, mas sim pelo extraordinário movimento associativo que permite que crónicas como esta existam. Mas trata-se de muito mais do que isto.

Em Telheiras há actividades para todos os gostos e há um fortíssimo espírito activo que se traduz em Associações dos mais diversos tipo, altamente participantes no desenvolvimento do bairro. Há, também, projectos pioneiros como “Parcerias de comércio” e há sobretudo um sentimento de pertença, de dedicação e de preocupação.

O epíteto de “Aldeia dos Doutores” é, pois, merecido e os Telheirenses continuam a fazer-lhe jus.

De velhos a novos, o empenho é, arrisco-me a dizer, generalizado. Isto numa era em que o alheamento das pessoas, e sobretudo dos portugueses, relativamente a tudo o que se passa tende a ser cada vez maior.

Em Telheiras há a cidadania que falta no país em geral, que não se baseia no dizer mal só porque sim, há o espírito empreendedor e inovador e de querer sempre fazer mais.

Mas não é só isto.

Se passearmos pelos recantos do centro de Telheiras, encontramos uma outra qualidade difícil de encontrar noutro local – os parques bem cuidados, a tranquilidade serena, a preocupação urbana cuidada e pensada, um real cliché de o “campo na cidade”, que nos transporta de imediato para os melhores bairros de grandes cidades europeias como Berlim ou Viena – o que aliás já levou Telheiras a ser candidata a melhor bairro da europa, como é sabido.

O sentimento de vizinhança activa, de vida local ou de podermos encontrar todo o tipo de coisas que procuramos num só sítio é outra das imagens de marca que se concretiza em Telheiras diariamente.

É o “bom dia” à senhora da mercearia que já nos conhece e é o restaurante com as caras de sempre que sabem o que gostamos mais.

Mas claro os desafios são grandes, sobretudo se pensarmos que é preciso alargar esse espírito às zonas mais recentes de Telheiras, que por uma excessiva urbanização podem-no ter mais escondido.

Será fundamental que certas entidades oficiais percebam e aproveitem todo este potencial e que o saibam alargar.

De facto, em mais nenhuma parte de Lisboa, podemos sair de casa e passear num jardim com a tranquilidade de Telheiras ao mesmo tempo sabermos que estamos perto de tudo e que podemos fazer todo o tipo de coisas, com a responsabilidade e o desafio de sabermos que também nós directamente podemos ser e fazer mais e melhor.

No fundo é isto.
O que é que Telheiras tem?
Quem cá vive sabe…

Texto e fotografia de Martim Galamba.

Martim Galamba estuda Direito na Universidade Nova de Lisboa, tem 21 anos e vive em Telheiras desde os 2 anos de idade.

Martim Galamba estuda Direito na Universidade Nova de Lisboa, tem 21 anos e vive em Telheiras desde os 2 anos de idade.

Um Jovem em Telheiras / Abril 21, 2016

Últimas

  • Julho 15, 2019
    Parceria Local lança Centro de Partilha de Recursos em fase experimental capa

    Parceria Local lança Centro de Partilha de Recursos em fase experimental

    Este projecto pretende disponibilizar às associações locais e aos residentes do bairro utensílios e aparelhos que só utilizamos esporadicamente, como ferramentas, máquinas de costura e kits para festas, entre outros. A abertura à população prevê-se para o início do novo ano lectivo.

  • Julho 8, 2019
    Costure pelo ambiente com o Centro Comunitário! capa

    Costure pelo ambiente com o Centro Comunitário!

    Estas actividades inserem-se no projecto Eco-Costura, promovido Junta de Freguesia do Lumiar com vários parceiros e no qual serão costurados 3.000 sacos-lancheira para os alunos das escolas da Freguesia.

  • Julho 5, 2019
    Biblioteca acolhe Festival Lisbon Dance Platform capa

    Biblioteca acolhe Festival Lisbon Dance Platform

    O espectáculo encontra-se inserido numa programa mais alargada do Festival LDP, que se prolonga por 3 dias, em diferentes espaços da cidade de Lisboa.

Projectos Comunitários

Newsletter banner
GEPE-banner
BN_NWLT_LX•CONNECT
  • Esquadra Apoio refood apoio ART_site Apoio UITN logo Apoio BMOR3 Apoio CNE 683 Escuteiros 2 Apoio Julgado de Paz Apoio AJEC Apoio
  • Voluntários de Protecção Civil de Telheiras_apoio Associação de Pais da Escola Básica e Jardim de Infância de Telheiras Apoio Centro Comunitário de Telheiras Apoio APCL Logo Apoio ETPL Apoio JFL
loading website

Aguarde um momento porfavor.