Viver Telheiras

Paróquia de Telheiras quer promover diálogo sobre construção da nova igreja

/ Março 6, 2018

Através de uma nota publicada na sua página de facebook, a Paróquia de Telheiras e a equipa coordenadora do projecto de construção da nova igreja, centro paroquial e capelas mortuárias ofereceram uma visão mais detalhada sobre o projecto em causa e reforçaram o interesse em dialogar com todos os interessados no assunto.

A nota informativa surge no seguimento do lançamento de uma petição pública contra a construção dos equipamentos e após a presença do pároco, o Pe. João Paulo Pimentel, numa sessão de esclarecimento promovida pela Associação de Pais de EB1 e do Jardim de Infância. Esta sessão, descrita na nota agora divulgada como “dialogante, aberta e respeitadora, de parte a parte”, contou também com a presença das promotoras da petição e do presidente da Junta de Freguesia do Lumiar, tal como divulgado pelo Viver Telheiras no final da semana passada.

Leia a nota na íntegra:

Informação sobre a nova igreja em Telheiras

Nos últimos dias muitas pessoas souberam pela primeira vez da existência do projeto de construir uma nova igreja em Telheiras segundo as orientações do Patriarcado e num terreno cedido pelo Município de Lisboa. 

Essa surpresa causou reações variadas, umas de contentamento, outras de preocupação, outras de deceção. Para alguns a maior desilusão foi não ter tido conhecimento com maior antecipação.

A paróquia de Telheiras compreende essas reações, e reconhece que deve interrogar-se sobre a possibilidade de fazer mais para, em casos como estes, além de informar os paroquianos, chegar também às pessoas e às instituições envolventes.

Já foi possível ter encontros com algumas das pessoas que quiseram manifestar as suas críticas e comentários, e desejamos continuar essa relação. Agradecemos a franqueza e o respeito com que o souberam fazer.

Deixamos a seguir um “ponto de situação” com a síntese das informações principais. Iremos atualizando no nosso site essa informação.
Estamos muito interessados em receber todos os comentários que nos queiram fazer chegar, por email paroquia.telheiras@gmail.com, ou por telefone, para Pedro Cascais: 914563028 ou para Vasco Santiago Neves: 919003279.

PONTO DE SITUAÇÃO

Tendo em conta o compreensível interesse manifestado por moradores, comunidade escolar e meios de comunicação, apresentamos um resumo da situação atual.

A paróquia de Telheiras foi criada há 14 anos, por desanexação de parte da paróquia do Lumiar.

Telheiras já era um bairro consolidado onde muita gente vive e trabalha.

Ao criar a paróquia o Patriarcado de Lisboa estabeleceu provisoriamente a Igreja da Porta do Céu como igreja paroquial, até se preparar um espaço definitivo, adequado à dimensão da população, tendo em conta que as atuais instalações são pequenas, desconfortáveis e não permitem que se possa ajudar convenientemente todos os que requerem a nossa ajuda.

Atualmente, e em articulação com o Município de Lisboa e o Patriarcado, existe um terreno para a construção com 2107 m2 situado entre a R. Hermano Neves e a R. José Escada. Existe também um primeiro projeto de arquitetura. Estamos numa fase muito inicial: não começou o processo de licenciamento e não existe financiamento.

Pretende-se que o novo projeto da Igreja: 

  • reserve uma ampla área do terreno para uso público e circulação livre de pessoas; 
  • permita a assistência simultânea ao culto de seiscentas pessoas; 
  • abra uma zona para pessoas acompanhadas de crianças; 
  • garanta a acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida e a invisuais; 
  • tenha uma zona de acesso permanente para quem pretenda recolher-se com privacidade fora do horário de funcionamento;
  • possibilite o estacionamento subterrâneo de cerca de oitenta viaturas.

Pretende-se que o novo projeto do centro paroquial inclua:

  • um centro para acolhimento de idosos;
  • um armazém para recolha e distribuição de alimentos; 
  • um espaço solidário para recolha e distribuição de roupa; 
  • um centro de aconselhamento e apoio familiar;
  • um espaço para eventos (conferências, concertos, exposições, projeções, festas de batizados, etc);
  • salas de reuniões, para catequese e para encontros de oração e formação, atividades de ATL música e coro, etc.

Um dos espaços das igrejas frequentado por um leque mais alargado e diversificado da população são as capelas para acolhimento das pessoas que participam nos funerais. Há a preocupação de as localizar de forma compatível com a existência de escolas vizinhas, estando ainda a ser ultimada uma solução satisfatória.

Algumas destas ideias já foram faladas aos paroquianos mas é nosso propósito apresentá-las em pormenor. 

O acolhimento do esboço do novo projeto tem sido muito diverso, o que é natural. Consideramos normal e saudável essa variedade de reações.

O pároco foi amavelmente convidado, no final de Fevereiro, para estar com representantes das associações de pais das escolas vizinhas e com as autoras de uma petição pública relativa à nova construção, endereçada ao Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, ao Presidente da Assembleia Municipal de Lisboa e ao Cardeal Patriarca de Lisboa.

Foi uma reunião dialogante, aberta e respeitadora, de parte a parte.

Compreendemos e tomámos nota das dificuldades expostas, relativas, entre outras, a questões como o trânsito, a tomada e largada das crianças na escola, o impacto urbanístico, a localização das capelas acima referidas, o jardim provisório. 

Desejamos que esse seja um primeiro momento da relação que desejamos continuar com as pessoas e instituições envolvidas. Uma vez mais, reconhecemos que têm razão as pessoas que gostariam de ter sido informadas mais cedo e, como já referimos, faz-nos pensar se e como podíamos ter feito mais para que isso tivesse sido possível. Tentaremos fazer melhor daqui para a frente.

Estamos muito interessados em receber todos os comentários que nos queiram fazer chegar, por email: paroquia.telheiras@gmail.com, ou por telefone, para Pedro Cascais 914563028 ou para Vasco Santiago Neves: 919003279.

Qualquer interessado pode também visitar-nos na Igreja da Porta do Céu de 2ª a sexta das 11h às 13h e das 17h às 19h00, e ao sábados e domingos das 17h às 19h.

Lisboa, 5 de março de 2018
A Equipa coordenadora do novo projeto: Vasco Santiago Neves, Elsa Andrade, Andreia Cascais, José Silva Pinto, Luís Delgado, Paula Dias, Ana Pires, Pedro Cascais, Pedro Lagido, José Torgal, João Condesso, Pe. João Paulo Pimentel (pároco).

/ Março 6, 2018
  • Joaquim Jose Galvão

    Carta aberta ao Cardeal Patriarca de Lisboa e aos Paroquianos de Telheiras.

    Eminência Reverendíssima, Senhor Cardeal Patriarca de Lisboa Como Cristão de Telheiras, em meu nome e de muitos outros Cristãos, queremos manifestar-lhe a nossa satisfação e concordância face ao agora anunciado projecto da Nova Igreja Paroquial dedicada a São João Paulo II a erguer no espaço actualmente ajardinado das Ruas José Escada e Hermano Neves, em Telheiras.· Em primeiro lugar estou, e posso dizer que, estamos certos de que os Paroquianos de Telheiras assumem o compromisso público de em tudo apoiar a Paróquia de S. João Paulo II em Telheiras para que esta possa levar a bom porto as suas obrigações junto dos Paroquianos moradores e membros da família de Deus em Telheiras assim como os restante residentes de outros credos ou não.· Deste modo em meu nome próprio e de muitos Paroquianos posso dizer que: Desejamos que o projecto em causa possa ser composto de elementos arquitectónicos de adequadas dimensões e volumetria urbanística em que se incluam além da Igreja Paroquial com as suas normais infraestruturas com o edifício para um Centro Paroquial de diversas potencialidades e valências e um espaço para capelas mortuárias, bem necessárias nesta zona de Lisboa, que certamente estarão discretamente localizadas de acordo com a estreita proximidade com as escolas que ocupam os espaços periféricos. Parece-nos que é uma falsa temática contestar estas capelas por estarem perto de escolas pois todos devemos aprender a viver com o sofrimento a dor a tristeza e a morte como realidades da vida.·
    A nova Igreja dedicada a São João Paulo II deverá ter espaços de estacionamento para parqueamento de viaturas para, não só nas horas de actos de culto diário e semanal não se acarretarem prejuízos colaterais a residentes e a quem se dirija para as escolas, alunos, pais e professores para a tomada e largada dos estudantes nas horas de actividades escolares.· Nesse sentido desejamos e esperamos que o projecto desta nova Igreja mantenha o enquadramento urbanístico e permita condições ambientais sustentáveis no já denso conjunto habitacional e a qualidade de vida de todos os moradores da proximidade e quantos frequentam não só as escolas na sua periferia, como de toda a zona envolvente. · Pode compreender-se e lamentar-se que decisões relativas à utilização do espaço em causa tenham sido tomadas sem o devido envolvimento de todos os interessados, pelo que se manifesta desde já a disponibilidade e empenho para, em diálogo franco e aberto, como tem sido proposto pelo actual Prior de Telheiras, com todas as entidades envolvidas, para se encontrarem soluções que acautelem os legítimos direitos à liberdade religiosa e à pratica de culto, consignados na Constituição da Nação, bem como dos interesses e legítimos anseios das diversas comunidades populacionais de Telheiras.. · Não abdicando da intenção de termos a nossa Igreja de São João Paulo II, com paz e harmonia, aceitamos poder considerar-se a possibilidade de negociações para deslocalizar a Igreja e o Complexo Paroquial para outro local em Telheiras, (o que se não adivinha fácil) na geografia física e social da Freguesia do Lumiar. Também se pode repensar o redimensionamento da Igreja a edificar, sem prejuízo das expectativas dos Cristão de Telheiras, onde há inúmeras novas famílias de todas as gerações e carentes de meios de Evangelização num mundo que respeita o laicismo e a liberdade religiosa.

Últimas

  • Julho 23, 2018
    Lisboa Mais Limpa Voluntários vão limpar tags e graffities em Telheiras capa

    Boas férias e até Setembro!

    Agosto é tempo de sol e calor, descanso, tranquilidade e férias. No Viver Telheiras é também altura de parar, conhecer outras paragens fora do nosso bairro e ganhar energias renovadas.

  • Junho 14, 2018
    ???????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

    ART promove sessão pública sobre estacionamento pago em Telheiras

    Tendo como ponto de partida “um futuro ordenamento de estacionamento pago em Telheiras”, a ART convida todos os seus sócios, residentes e interessados em participar nesta sessão.

  • Junho 11, 2018
    JFL Arraial Telheiras 2018 geral capa

    Arraial de Telheiras é já no próximo sábado, dia 16!

    O evento terá lugar no praça da saída do Metro e tem início marcado para as 17:00. Durante toda a tarde haverá música e a partir das 21:30 começa o grande concerto da noite, com os Kumpania Algazarra a subirem ao palco.

Projectos Comunitários

Newsletter banner
GEPE-banner
  • JFL Esquadra Apoio Julgado de Paz Apoio CNE 683 Escuteiros 2 Apoio refood apoio Voluntários de Protecção Civil de Telheiras_apoio APCL Logo Apoio UITN logo Apoio
  • BMOR3 Apoio ETPL Apoio Associação de Pais da Escola Básica e Jardim de Infância de Telheiras Apoio AJEC Apoio Centro Comunitário de Telheiras Apoio ART_site Apoio
loading website

Aguarde um momento porfavor.